CANTINHO DE UM POETA – 26

Cantinho de um poeta

O post que publicámos ultimamente nesta rubrica, dedicada a Raul Correia (e ao seu célebre heterónimo, o Avozinho), mereceu também divulgação no blogue bilingue de Catherine Labey Gatos, gatinhos e gatarrões (Le chat dans tous ses états), facto que queremos devidamente assinalar, reproduzindo o poema “Le beau prêcheur”, traduzido de forma magnífica pela Catherine, que até procurou manter a métrica e as rimas (tarefa, mesmo para ela, nada fácil).

Cremos ter sido a primeira vez que um poema de Raul Correia — grande devoto e praticante da língua de Rousseau e Voltaire — foi vertido (sem ser pelo próprio) nesse harmonioso idioma. Aqui fica, para memória futura, a justa referência.

Advertisements