PÁGINAS DE ANTOLOGIA : “A VIDA MARAVILHOSA DE CHARLES CHAPLIN” (POR JOSÉ RUY)

“A Vida Maravilhosa de Charles Chaplin” é, provavelmente, uma das obras menos conhecidas de José Ruy. Produzida em 1979, a sua estreia ocorreu no 1º número (10/04/1979) da revista “Spirou” (edição portuguesa), dirigida por Vasco Granja. Mais tarde, esta notável biografia ilustrada, com 46 páginas, do maior actor e realizador cinematográfico de todos os tempos foi publicada em álbum pela Editorial Notícias.

Como introdução à história da vida de Charles Chaplin, alegre e trágica, ao mesmo tempo, e cuja maior criação — Charlot, o eterno vagabundo dos sonhos cinéfilos — se tornou um símbolo para milhões de espectadores, em todo o mundo, José Ruy concebeu duas páginas de atraente composição, à laia de trailer de um filme, resumindo nalguns flashes os principais êxitos da carreira cinematográfica de Chaplin, inspirados quase sempre pelas peripécias acidentadas da sua existência, antes de se tornar famoso.

Em homenagem a outro grande criador, com uma longa carreira dedicada à arte das imagens mais próxima do cinema, ou seja, a banda desenhada, apresentamos essas duas páginas, com a certeza de que merecem amplamente figurar numa antologia dos melhores trabalhos de José Ruy — autor que alguns sectores da crítica têm, por vezes, depreciado injustamente. Mas a sua obra gigantesca, tanto pelo volume, pela produção regular, como pela variedade temática e pelo rigor da forma, aí está para contestar essa injustiça!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s